segunda-feira, 25 de maio de 2009

Ócio incriativo

Segunda-feira é dia de...? Descanço! No caso dessa minha segunda-feira foi, tava de folga do meu estágio e portanto passei a tarde em casa. O que poderia significar uma tarde bem produtiva, tendo em vista que eu tenho textos atrasados, trabalhos para adiantar...
A verdade parece óbvia, eu não fiz nada disso na minha maravilhosa tarde livre em casa. O que eu fiz? Dormi e vi Senhora do Destino. Fora isso não fiz nada, isso nada mesmo. O que me leva a pensar, por que o ócio tem que ser criativo? Para mim, parece impossível um ócio criativo, se estamos criando, logo não estamos sendo ociosos.
Além do mais, por que essa pressão de criarmos até mesmo no nosso momento de ócio? Se é ócio é ócio, pronto.
O que eu acho que deve existir é algo como uma produção ociosa. Ok, pode parecer impossível também. Mas onde eu quero chegar é, devíamos trabalhar em locais agradáveis no qual parecesse que na verdade estamos aproveitando momentos tão agradáveis quando o momento da ociosidade. Assim eu realmente acho que produziríamos melhor e mais. Mas criatividade no ócio não!
Obviamente minha aspiração é um dia trabalhar na Google e chegar na minha mesa depois de usar uma cama elástica para cair num escorrega e depois numa piscina de bolas. Ok, momento delírio off.
Outra coisa que não parece combinar para mim é o clássico "você deveria ocupar o seu tempo livre". Oi? Se o tempo é livre, é livre, não é para ser ocupado. Ou no máximo é para ser ocupado com episódios de Lost ou Extreme Makeover House Edition e não com mais uma aula eletiva da ECO... Tempo livre é essencial para não se alienar em assuntos importantes como quem ganhou o American Idol (temporada que por acaso eu não assisti, já que todo o meu "tempo livre" está tomado).
Então, viva o tempo livre ocioso!!!

Um comentário:

Eudu disse...

Ai ai
eu to doido por um ócio, criativo ou não!